Sete escolas podem ser municipalizadas em Chapecó; prefeito explicará situação em live

Uma possibilidade de municipalização de sete escolas em Chapecó ganhou repercussão no município nesta quarta-feira (18). As escolas que seriam municipalizadas e que atenderiam somente do 1º ao 5º anos são a Educação Básica Marechal Bormann, Pedro Maciel, Luiza Santin, Geni Comel, Sonia Zani, Alécio Cella e Neiva Costela.

Em seus perfis nas redes sociais, algumas das instituições afetadas se manifestaram contrárias à municipalização. O colégio Luiza Santin usou um perfil do facebook onde escreveu: “No dia (17) de agosto, a Coordenadoria Estadual de Educação, junto com a Secretaria Municipal de Educação de Chapecó, anunciaram a municipalização da escola Luiza Santin. Infelizmente, uma decisão autoritária foi tomada por pessoas que mal conhecem nossa realidade e o pior, sem nos ouvir, sem saber se é isso que a comunidade deseja”.

Já a escola Marechal Bormann também se pronunciou e publicou o seguinte texto: “Na tarde de terça-feira (17), fomos comunicados oficialmente, pela Coordenadoria Regional de Educação, sem consulta prévia à comunidade escolar, que nossa escola será municipalizada.”

O prefeito de Chapecó, João Rodrigues (PSD), também utilizou as redes sociais para comentar sobre uma manifestação que ocorreu na tarde desta quarta-feira, em frente a Câmara de Vereadores do Município, onde diversos alunos, professores e diretores protestaram contra a municipalização. No local havia diversos cartazes que pediam que a municipalização parasse (assista ao vídeo abaixo).

A Coordenadora da Gered, Mareni de Fátima Rosa da Silva, informou que, o que deve ocorrer nessas escolas, “é uma melhora e a municipalização não vai implicar e nem afetar os estudos dos alunos, pois haverá apenas uma realocação, para que alunos do 1º ao 5º ano fiquem sob responsabilidade de escolas municipais e a partir do sexto ano vão para uma escola estadual”.

Já a secretária de Educação de Chapecó, em entrevista também nesta quarta-feira à rádio Condá FM, informou que a municipalização vem para agregar o ensino fundamental e ampliar o ensino médio no município.

João Rodrigues também informou que às 12h desta quinta-feira (19), haverá uma live explicativa sobre o assunto.

Fonte: ClicRDC
Foto: Foto Andressa Guinzelli / ClicRDC

NOS CONTE O QUE VOCÊ ACHOU
0Gostei0Amei0Haha0Hum0Triste0Raiva

0 Comments

Deixe um comentário

mersin escort çorlu escort erzincan escort görükle escort Samsun escort