Câmara rejeita contas do ex-prefeito de Lajeado Grande, Valmir Locatelli

Lajeado Grande – O ex-prefeito de Lajeado Grande, Miri Locatelli, teve as contas do exercício 2016 rejeitadas pelos membros do poder legislativo municipal na última segunda-feira (24).

Dentre os principais pontos para a rejeição das contas do ex-prefeito está o fato de mais de R$ 500 mil a uma única empresa sem processo licitatório. “Um completo desrespeito à Lei de Licitações e Contratos, além do completo descontrole nas aquisições de peças e prestação de serviços de mão-de-obra”, disse o Presidente da Comissão de Finanças, Orçamento, Fiscalização Financeira e Contas, vereador Leocer Zmijevski.

Ainda conforme Leocer, o ex-prefeito Valmir Locatelli, teve um prazo de quinze dias para ir até a Câmara de Vereadores apresentar sua defesa, mas não compareceu, nem encaminhou representante.

Foram sete votos favoráveis à rejeição, sendo dos vereadores Ari Gromoski, Juraci A. Xavier, Leodir Coltro, todos do PP, Leocer Smijevski e Vilanir Barella do PSD e Diogo Zmijevski e Maicon Maroco do MDB, e uma abstenção da vereadora Fátima C. Romanini do PDT.

A Presidente da Câmara de Vereadores de Lajeado Grande, Eronice de Oliveira, que não tem a obrigação de votar, se posicionou favorável a rejeição e destacou a importância do Legislativo na fiscalização do Poder Executivo. Diante das condutas atribuídas ao ex-prefeito Valmir Locatelli, que ferem a legislação que rege a administração pública.

A rejeição aprovada pelos vereadores, será encaminhada ao Tribunal de Contas do Estado – TCE para as devidas providências.

NOS CONTE O QUE VOCÊ ACHOU
0Gostei0Amei0Haha0Hum0Triste0Raiva

0 Comments

Deixe um comentário