Corpo da bancária desaparecida é localizado nas águas do Goio-ên

Corpo de mulher de 40 anos estava desaparecido desde sábado (4). Em seu carro, às margens do rio, uma carta de despedida foi encontrada

Erechim – O corpo da bancária Cleunice Gonçalves Pinheiro de 40 anos, foi localizado por volta das 09h30 desta terça-feira, nas águas Goio-ên. O corpo da mulher estava boiando na superfície do Rio Uruguai, na cabeceira da ponte antiga, que liga o Rio Grande do Sul com Santa Catarina.

Cleunice estava desaparecida desde as 20h30 do último sábado (04). Na manhã de domingo (05), o veículo Fiat Strada de Cleunice, foi encontrado pela Brigada Militar, nas proximidades do Rio Passo Fundo. No interior do veículo, foi encontrada uma carta de despedida que teria sido escrita por Cleunice, o que fez a Policia suspeitar de que ela estaria no Rio.

As buscas pela desparecida duraram dois dias e meio e contou com a ajuda da Patram, Policia Civil e Bombeiros de Nonoai e as equipes de mergulhadores de Passo Fundo e Porto Alegre.

Cleunice era funcionária do Banco Banrisul de Jacutinga e estava morando em Erechim a pouco tempo.

Fonte: RS Agora

NOS CONTE O QUE VOCÊ ACHOU
0Gostei0Amei0Haha0Hum4Triste0Raiva

0 Comments

Deixe um comentário