Em Vargeão, governador lança o Programa Conecta Agro SC para levar internet de qualidade ao campo

Em poucos minutos, a resposta do comprador: negócio fechado! Assim está sendo a realidade com a internet de alta velocidade que chega agora à Cabanha Velho Oeste. A tecnologia foi possível com o Programa Conecta Agro SC, do Governo do Estado, por meio da Secretaria da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural (SAR).

Como ele, outros agricultores de Santa Catarina terão a mesma oportunidade da estrutura de fibra ótica. Serão R$ 100 milhões aplicados nos próximos dois anos melhorando a conectividade no campo. O Programa foi lançado neste domingo, 20, pelo governador Carlos Moisés e pelo secretário da SAR, Altair Silva.

No ato na propriedade da família Bison, o governador destacou que o Governo do Estado pretende fazer com que o homem do campo se fixe na propriedade, faça a sucessão familiar e tenha qualidade de vida. “Estamos dando condições aos agricultores para que possamos ter cada vez mais desenvolvimento, tecnologia e eficiência. O Governo do Estado vem fazendo os maiores investimentos na agricultura catarinense. Nosso estado é gigante na capacidade de produção pela força do homem da mulher do campo, da indústria e da tecnologia agregada. É nada mais justo do que apoiar”, destacou o governador, citando e agradecendo o apoio da Assembleia Legislativa para aprovação do projeto

Eduardo Bison trabalha com ovinocultura. A internet de qualidade é fundamental para aumentar as vendas dos animais, o que consequentemente resulta em mais rentabilidade para a família. O produtor relatou que cerca de 80% das vendas são feitas com a tecnologia. Todo o trabalho, desde o nascimento até a venda das ovelhas, é registrado em um sistema de criadores de ovinos. Os animais também são postados nas redes sociais, o que facilita as vendas que são feitas para todo o Brasil.

“Antes o processo era muito demorado. Muitas vezes o cliente precisava vir até a propriedade para ver o animal, além disso a divulgação era menor. Hoje essa realidade mudou. Este programa do Governo do Estado representa progresso, evolução, tecnologia, e nós precisamos acompanhar, mesmo estando no campo. Temos uma empresa a céu aberto. Vai ajudar e muito todos os agricultores e potencializar ainda mais o setor do agronegócio”, pontuou o agricultor que também trabalha com genética de animais e participa de diversas feiras, sendo premiado em várias delas.

Os cabos de internet passarão nas principais estradas rurais de Santa Catarina e os recursos previstos no projeto devem ser utilizados para viabilizar a instalação dos serviços de telecomunicação nos municípios. A Secretaria da Agricultura dará o suporte para que os produtores consigam fazer a conexão com suas propriedades.

O secretário Altair Silva enfatizou a importância da internet, especialmente com a Educação. Os agricultores poderão participar de cursos on-line, tendo novas oportunidades de uma formação ainda melhor. Outro benefício é a automação da propriedade, assim como a renda e desenvolvimento. “Este projeto é mais uma semente plantada pelo governador Carlos Moisés. A internet é fundamental para que a agricultura familiar de Santa Catarina continue competitiva, com acesso a mais mercados, capacitações e inovações.”

A propriedade da família Bison foi a primeira do Estado a receber a tecnologia. A prefeitura do município também apoiou com extensão da rede de fibra ótica. Posteriormente, por meio do programa Conecta Agro, será possível estender a internet a 12 comunidades do município, atendendo em torno de 200 famílias de agricultores.

“Somos o primeiro município a implantar o Programa, isso nos orgulha muito. Nosso agradecimento ao governador Carlos Moisés por olhar também para os pequenos municípios com essa internet de fibra ótica”, disse o prefeito Volmir Felipe.

Acompanharam o ato o chefe da Casa Civil, Eron Giordani, os secretários da Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Vieira, do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Luciano Buligon, adjunto da Agricultura, Ricardo Miotto, o presidente da Cidasc, Júnior Kunz, prefeitos e vereadores da região, além de outras autoridades e comunidade.

Apoio ao produtor

Após a instalação da estrutura de fibra ótica nas estradas rurais, os agricultores contarão com o apoio da Secretaria para fazer a conexão com suas propriedades.

O Fundo de Desenvolvimento Rural (FDR) possui uma linha de crédito especial para que os agricultores conectem suas propriedades à infraestrutura de fibra ótica do município. Os produtores poderão acessar até R$ 20 mil, com cinco anos de prazo para pagar e sem juros.

A conectividade no campo

O primeiro passo para ampliar a cobertura de internet no meio rural catarinense já foi dado. Em janeiro, o governador Carlos Moisés sancionou a Lei nº 18.340, que institui um programa para melhorar a conectividade no campo e também autoriza as concessionárias ou permissionárias de distribuição de energia elétrica a compartilharem suas estruturas, sem custos, para a passagem de cabos do serviço de telecomunicação nas áreas rurais. Este era o principal obstáculo à instalação de internet de fibra ótica no meio rural.

A partir de agora, as empresas de telecomunicações não terão que pagar tarifas ou taxas para a utilização desses postes. Em contrapartida, as concessionárias de distribuição de energia elétrica poderão utilizar os serviços de internet gratuitamente.

Fonte: Secom SC

NOS CONTE O QUE VOCÊ ACHOU
0Gostei0Amei0Haha0Hum0Triste0Raiva

0 Comments

Deixe um comentário

mersin escort çorlu escort erzincan escort görükle escort Samsun escort