Erro? Vacinação cruzada é registrada em Xaxim

A vacina é um dos principais meios para a imunização contra a Covid-19 atualmente. Ela é a esperança mais forte de que as pessoas possam voltar a uma “normalidade” em suas rotinas, sem a presença da doença que tanto prejudicou o convívio entre os cidadãos. Entretanto a vacinação deve ocorrer de maneira correta para que realmente seja eficaz.

Uma pessoa que foi vacinada em Xaxim, entrou em contato com o Portal para informar que no seu caso, ocorreu a vacinação cruzada, ou seja, foi vacinada (o) na primeira dose com a vacina de um laboratório e a segunda dose com a vacina de outro laboratório. A ação está comprovada em sua carteira de vacinação.

Aplicar vacinas diferentes pode não promover a imunização desejada.

Em resposta ao jornal\site Estadão, Juarez Cunha, presidente da Sociedade Brasileira de
Imunizações (SBIm), indica que “as características das vacinas, as plataformas e a composição delas nem sempre são as mesmas. Sem pesquisas que demonstrem a possibilidade de intercambialidade, como regra geral, o ideal é sempre manter o esquema vacinal com o mesmo produto para primeira e segunda dose”, afirma

Não existem indicio que essa imunização cruzada possa causar problemas de saúde para as pessoas, mas para o Ministério da Saúde, a Secretaria de Saúde do Estado ou do Município, deve fazer o acompanhamento e monitoramento de possíveis eventos adversos a essas pessoas por, no mínimo, 30 dias.

Posição da Administração Municipal

“Sobre as duas segundas doses da vacina contra a Covid-19, aplicadas em dois pacientes no dia 28 de abril, da Fiocruz, sendo que a primeira dose de ambos, foi da Butantan, a Secretaria da Saúde esclarece que, identificou as trocas instantes após as aplicações. Houve um equívoco da enfermeira que fez as aplicações e os dois pacientes foram orientados ainda no local da vacinação e estão sendo acompanhados pela Secretaria Muncipal da Saúde, cumprindo todos os protocólos necessários. Os pacientes passam bem e não apresentaram qualquer tipo de problema. O fato foi repassado à Regional da Saúde que orientou realizar em breve, um teste de imunização e manter o monitoramento.

A Secretaria da Saúde considera que, se trata de um fato isolado e reforça a importância da vacina contra à Covid-19 e todo o trabalho que vem sendo desenvolvido em nosso município para a imunização. Até agora 6.450 pessoas já receberam a vacina: Dose 1 (4.183) e Dose 2 (2.267).

Nesta segunda-feira, 03, haverá aplicação recorde, pois estarão disponíveis 800 doses para pessoas com 60 anos ou mais, encerrando a imunização dos idosos do município”.

NOS CONTE O QUE VOCÊ ACHOU
2Gostei1Amei1Haha3Hum4Triste2Raiva

0 Comments

Deixe um comentário