Brasília – O deputado federal Hélio Costa encaminhou um ofício ao presidente do Congresso Nacional, Davi Alcolumbre, pedindo celeridade na tramitação da MP 895/2019. De acordo com o parlamentar, a matéria não teve evolução no trâmite desde a distribuição do texto pelo Comissão Mista em setembro do ano passado. Costa alerta para a “perda de efeito” da proposta.

“Por mais que essa MP possa perder força, não há mais espaço para essa demora legislativa. O governo poderá reeditar a matéria este ano e nós não podemos perder recurso público investido por conta da inércia dos poderes”, disse o deputado.

A MP 895/19 trata da alteração da Lei nº 12.933, de 26 de dezembro de 2013, que dispõe sobre o benefício do pagamento de meia-entrada para estudantes, idosos, pessoas com deficiência e jovens de quinze a vinte e nove anos comprovadamente carentes em espetáculos artístico-culturais e esportivos, e dá outras providências.

As pessoas beneficiadas pela meia-entrada pagam metade do preço do ingresso efetivamente cobrado do público em geral nos seguintes eventos realizados em território nacional:

  • Salas de cinema;
    • Cineclubes;
    • Teatros;
    • Espetáculos musicais;
    • Circo;
    • Eventos educativos;
    • Eventos esportivos;
    • Eventos de lazer e de entretenimento;

Esse benefício não será cumulativo com quaisquer outras promoções e convênios e também não se aplica ao valor dos serviços adicionais eventualmente oferecidos em camarotes, áreas e cadeiras especiais.

NOS CONTE O QUE VOCÊ ACHOU
0Gostei1Amei0Haha0Hum0Triste0Raiva

0 Comments

Deixe um comentário