Pirâmide ruindo? Unick Forex limita resgates ao valor investido e parcela saques

Empresa foi alvo de três avisos ao mercado da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) sobre oferta irregular de investimentos

A Unick Forex, empresa que oferece investimentos em produtos com rentabilidade muito acima do mercado, informou que vai limitar os pagamentos das aplicações ao valor investido e permitirá resgates mensais apenas. Quem já resgatou o principal não terá mais direito a saques e os que não resgataram terão de esperar o crédito a cada mês dos chamados bônus de publicidade, que na prática remuneram as compras de pacotes vendidos.

A empresa, que vinha apresentando problemas para efetuar os pagamentos dos saques há dois meses e virou alvo de milhares de reclamações no site Reclame Aqui, tirou o site do ar no começo de agosto alegando a necessidade de atualizar seus sistemas, e prometeu retomar os negócios no dia 14. Porém, o site voltou a funcionar somente dia 16, e com novas regras de saque. A empresa disse também que “começou uma auditoria interna em 2 de agosto” que justificou as mudanças.

Presidente da Unick Forex, afirma que não pagará rendimentos e parcelará saques, CVM confirma processo no MP
O presidente da Unick Forex, Leidimar Lopes, junto com outros diretores da empresa, afirmou que irá parcelar os saques atrasados na plataforma e que não vai pagar os rendimentos.

A suposta pirâmide financeira que afirma investir em Bitcoin e criptomoedas por meio do mercado Forex chegou até a dizer que lançaria um banco e uma criptomoeda própria a “CQDX”, agora afirma que só vai pagar o investimento que cada usuário fez e nenhum rendimento.

No anúncio, Lopes ainda faz uma série de afirmações que mais confundem do que esclarecem os prazos e objetivos claros sobre pagamentos.

Unick Forex investigada
Não é de agora que a Unick tem sido questionada sobre suas ações. A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) chegou a abrir um processo administrativo sancionador contra a empresa.

A Unick, em contrapartida, chegou a ganhar 45 dias de tempo e por fim enviou um termo de compromisso que ainda deverá ser analisada pelo órgão regulador.

Esse processo foi aberto após a CVM demonstrar, por meio do memorando nº 167/2018-CVM/SMI/GME, que a Unick vinha fazendo oferta pública de investimentos com retornos de 1,5% à 3% ao dia.

A autarquia também havia encontrado indícios de que a empresa vem atuando em esquema de pirâmide criptomoedas e resolveu encaminhar o caso ao Ministério Público Federal do Rio Grande do Sul.

O procurador da república responsável pela investigação, Celso Tres chegou até mesmo a comparar a atuação da Unick com a extinta Telexfree em entrevista cedida ao Portal do Bitcoin.

NOS CONTE O QUE VOCÊ ACHOU
3Gostei0Amei1Haha0Hum0Triste0Raiva

0 Comments

Deixe um comentário