Polícia Civil conclui investigações sobre série de crimes sexuais que ocorreram no Efapi

A Polícia Civil de Santa Catarina através da Delegacia de da Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente , Mulher e Idoso (DPCAMI) de Chapecó conclui Inquérito Policial e indicia homem de 30 anos por três crimes de estupro, dois tentados e um consumado.

O CASO

A Polícia Civil através dos boletins de ocorrência tomou conhecimento dos crimes de estupro que vinham ocorrendo no Bairro Efapi, proximidades da universidade. Os três ataques teriam ocorrido entre os dias 24/02 e 04/03. Tal situação causou grande pavor em moradores do bairro e na comunidade acadêmica. Os ataques ocorriam sempre à noite e os três casos estariam localizados em um raio de menos de 500 metros.

Após o conhecimento dos fatos, foi imediatamente instaurado procedimento investigatório para apurar autoria, bem como para fazer cessar a continuidade delitiva que amedrontava os frequentadores daquela região. Após o conhecimento dos crimes a equipe de investigação da DPCAMI trabalhou ininterruptamente no caso, foram dias de diligências que resultaram na identificação do autor, um homem de 30 anos.

O Delegado de Polícia responsável pelo caso, no dia 11/03 representou pela prisão preventiva do autor, a qual foi rapidamente analisada pelo Ministério Público e deferida pelo Poder Judiciário de Chapecó.

No dia 12/03 o autor dos crimes foi preso, e encaminhado para Presídio de Chapecó onde permanece à disposição da justiça. Também foi representado por busca e apreensão a fim de angariar mais elementos probatórios sobre o caso. O autor e testemunhas foram ouvidos na DPCAMI de Chapecó entre os dias 14 e 18/03.

Na última sexta feira (18) o Inquérito Policial foi concluído pelo Delegado de Polícia Eder Matte, o qual decidiu que após analisar todos os elementos investigatórios produzidos, indiciar o investigado por três crimes de estupro Artigo 213 do Código Penal. A pena deste crime tem previsão legal de 6 a 10 anos de reclusão. O Inquérito Policial foi encaminhado ao Poder Judiciário.

NOS CONTE O QUE VOCÊ ACHOU
0Gostei0Amei0Haha0Hum0Triste0Raiva

0 Comments

Deixe um comentário

mersin escort çorlu escort erzincan escort görükle escort Samsun escort