Polícia esclarece suposto caso de cárcere privado no Oeste de SC

A Polícia Militar de Chapecó, esclareceu na tarde desta quarta-feira (01), uma ocorrência realizada na tarde de ontem em Chapecó, dando conta de um suposto cárcere privado de uma mulher.

Conforme a nota do delegado que atendeu a ocorrência e que ouviu todos os envolvidos e além de analisar as mensagens de Whatsapp da suposta vítima, concluiu-se que não havia razões suficientes para a autuação em flagrante do homem de 36 anos, companheiro da mulher e apontado como autor do cárcere.

Conforme o delegado, no relato da mulher de 32 anos, que tida como vítima, não descreveu adequadamente o contexto da privação à liberdade. Além do mais, mensagens enviadas à sua irmã indicam que ela teria condições, ainda que precárias, de sair da casa caso quisesse, não o fazendo, principalmente, por medo do companheiro, supostamente traficante de drogas, em razão de ter contraído uma dívida de drogas com ele.

Também foi ouvida a genitora do homem, que, assim como ele, negou veementemente o crime, já que a mulher teria plena liberdade para sair da casa. Assim, não havia possibilidade de prender o indivíduo em flagrante pelo cárcere privado. De outro lado, a mulher relata ter sido agredida (exame pericial indicou lesões não recentes) e ameaçada pelo homem em outras datas, razão pela qual foram solicitadas medidas protetivas de urgência que impedem a aproximação e o contato entre ambos.

A mulher retornou para sua cidade natal no litoral e o homem aguardará o prosseguimento da persecução penal em liberdade. Já o boletim de ocorrência com todas as diligências foi encaminhado à DPCAMI, para a apuração completa dos fatos.

NOS CONTE O QUE VOCÊ ACHOU
0Gostei0Amei0Haha0Hum0Triste0Raiva

0 Comments

Deixe um comentário

mersin escort çorlu escort erzincan escort görükle escort Samsun escort