Prefeitura de Coronel Freitas se posiciona sobre possível greve

Por Renan Cesar

O Sindicato dos Trabalhadores no serviço público municipal de Chapecó e Região – SITESPM, divulgou nesta semana que servidos públicos do município de Coronel Freitas entrarão em greve no dia 17 de setembro. O motivo da paralisação conforme o sindicato, é que o Prefeito de Coronel Freitas, Izeu Jonas Tozetto, não teria atendido as reivindicações da categoria além de ter concedido aumento real para alguns servidores apenas.

Sobre o aumento concedido, a administração divulgou uma nota oficial indicando que em maio de 2019 “a Administração Municipal realizou um processo natural de readequação de servidores, atendendo a critérios técnicos quanto ao seu grau de escolaridade e atribuições da função, sem privilégios ou ônus aos demais servidores“.

Ainda segundo a nota, o município também está pagando um vale-alimentação para os servidores. “No último mês de agosto, os 165 servidores municipais concursados foram contemplados por Lei Municipal a receber todos os meses o vale-alimentação de R$ 80,00 não tributável, em substituição ao Prêmio Assiduidade, que era pago apenas uma vez por semestre e descontado no imposto de renda.”

Aumento salarial na gestão de Izeu Tozetto

Todos os servidores municipais receberam o mesmo reajuste salarial anual, sendo: 2017 aumento salarial de 8,5% (inflação), 2018 aumento salarial de 1,82% (inflação) + 2,18% (aumento real),  2019 aumento salarial de 3,94% (inflação).

Reivindicando a verdade

O esclarecimento que foi assinado pelo Prefeito Izeu, disse ainda que o sindicato divulgou inverdades sobre a política de valorização dos servidores municipais através de redes sociais.

Confira a nota na íntegra clicando aqui NOTA OFICIAL. 

 

NOS CONTE O QUE VOCÊ ACHOU
4Gostei0Amei0Haha0Hum0Triste0Raiva

0 Comments

Deixe um comentário