https://www.traditionrolex.com/20

Vereador solicita ação judicial contra a Casan para solução da falta de água em Xaxim

Através da indicação 19/2022, o vereador Rosemir Duz (PSD) solicitou na sessão ordinária desta terça-feira (22), que seja peticionada ação judicial contra a Casan, para que se resolva o problema de falta de água em Xaxim. Duz citou como exemplo a ação contra a DCELT, em que o Poder Público Municipal entrou com processo e a justiça deu parecer favorável à ação civil pública ajuizada, determinando que a concessionária tem 90 dias para resolver os problemas de quedas e oscilações de energia elétrica no município.

“Estou pedindo a prefeitura que entre com processo contra a Casan por que é uma vergonha. Não falo dos funcionários locais de nosso município, pois eles não têm culpa, são mandados e tem pouco poder. São três ou quatro funcionários que trabalham bastante pelo que eu percebi”.

O vereador falou também sobre vídeos produzidos por ele sobre o reservatório da Casan e sobre relatos de munícipes que reclamam de ar nos encanamentos. “Fiz um vídeo mostrando aquela poça de água, porque não é depósito, é poça de água. Deu resultado, foi tirado umas 40 cargas de lama de lá. Fiz um vídeo também da questão do ar e provei que o ar marca e eles dizem que não marca. Uma senhora me chamou e tendo água a conta deu R$ 33. Esse mês faltando água há vários meses deu R$ 133. O que acontece? O ar marca ou não marca? É provado já. Uma senhora me relatou que tem que dar banho em uma criança deficiente em uma bacia. Colégios falando que o dia inteiro não tinha água pras crianças tomar. É uma vergonha. Temos que dar um jeito, fazer alguma coisa, denunciar no Ministério Público e também cobrar esse ar que marca e não se recebe, ressarcindo os consumidores. Peço que a prefeitura entre com ação judicial contra a Casan, urgentemente. Não dá pra dar moleza pra essa gente”, afirmou.

Justificando sua indicação, Duz apontou também que os investimentos feitos pela empresa gestora da distribuição de água no município são inexistentes em 50 ou 60 anos. Ressaltou que nem mesmo a área de captação foi cercada, deixando os consumidores expostos a entrada de animais que podem ter morrido e contaminado a água.

Fonte: Ascom/Câmara de Vereadores

NOS CONTE O QUE VOCÊ ACHOU
0Gostei0Amei2Haha0Hum0Triste0Raiva

0 Comments

Deixe um comentário

mersin escort çorlu escort erzincan escort görükle escort Samsun escort