Acusada de matar e congelar corpo do marido é denunciada pelo Ministério Público

Claudia Fernandes Tavares Hoeckler, 40 anos, presa por matar o marido concordiense e depois congelar o corpo em um freezer em Lacerdópolis, foi denunciada por homicídio duplamente qualificado, por asfixia e recurso que dificultou a defesa da vítima.

A denúncia foi protocolada nos últimos dias pelo Ministério Público que inclui ainda ocultação de cadáver e falsidade ideológica. Claudia assassinou o concordiense Valdemir Hoeckler, 52 anos, e depois para ocultar o corpo congelou no freezer da residência e registrou na Polícia Civil o seu desaparecimento.

Foram várias equipes que trabalharam durante dias na tentativa de encontrar a vítima, porém sem sucesso. Somente depois algumas diligências os policiais civis encontraram o corpo congelado dentro da própria casa do casal. Ela se apresentou na Delegacia de Polícia e depois foi presa e recolhida na unidade prisional em Chapecó onde responde pelo crime na cadeia.

Nesse caso, ainda cabe aos advogados e o Ministério Público a inclusão de novos fatos no processo já que algumas diligências ainda estão sendo cumpridas. Claudia Hoeckler, 40 anos, deverá ser levada a julgamento popular.

Os advogados e o Ministério Público aguardam a primeira audiência de instrução que deve ser marcada pela Justiça nas próximas horas. Alguns pedidos de habeas corpus também já foram negados pelo judiciário em favor de Claudia Hoeckler.

O caso ganhou ampla repercussão no Estado no final de 2022. A vítima ainda tem familiares que residem em Concórdia. Os filhos dele estão acompanhando os “passos” do processo e também contrataram um advogado para dar assistência ao Ministério Público visando a condenação de Claudia, que era a segunda mulher de Hoeckler.

Fonte: Atual FM

NOS CONTE O QUE VOCÊ ACHOU
2Gostei0Amei0Haha0Hum0Triste0Raiva

0 Comments

Deixe um comentário

mersin escort çorlu escort erzincan escort görükle escort Samsun escort